Em destaque

Novo acervo de arte na Bookess

Agora, a Bookess dispõe de um novo acervo de livros de arte em vários idiomas, contando com mais de 250 livros sobre artistas renomados, movimentos artísticos e muito mais. Confira outros títulos do nosso acervo clicando aqui! Tweet

Leia mais

Relatos de um Autor

Por bookess | Postado em Na mídia | Em 13-02-2012

3

No post de hoje iremos publicar uma entrevista feita com o escritor Eduardo Capistrano sobre sua carreira e seus livros. Buscamos mostrar sua história como escritor para trazer aos nossos leitores uma nova experiência, com ideias e sugestões.


1) Como você se descobriu como escritor?

Eduardo: Desenvolvi um gosto pelas línguas desde a infância. E meus passatempos sempre envolveram a apreciação de estórias de diversos tipos, na leitura, nos filmes, até nos jogos. Gostava de criar cenários, enredos e personagens, e eventualmente passei a planejar narrativas próprias. A vontade de compartilhar essas narrativas, aprender como contá-las através das letras, me tornou um escritor.

2) Quantos livros já escreveu? De onde veio a inspiração para cada um deles?

Eduardo: A princípio escrevia os contos sem pensar em livros. Quando reuni uma quantidade razoável de textos "publicáveis", pensei em uma coletânea de contos afins. Em 2006 publiquei "Histórias Estranhas", com 13 contos fantásticos. Para um segundo livro, pensei em fazer uma coletânea temática. Em 2011 lancei meu primeiro livro pela Bookess, "A Quarta Dimensão" de contos sobre o Tempo.

3) Você costuma realizar lançamentos dos seus livros? Por que acha importante?

Eduardo: Sim. Acho importante porque passei a ver os livros como uma conclusão para os textos incluídos neles. Um desfecho. Sinto também aquilo do livro como um "filho", um pedaço do escritor que ganha vida própria. O lançamento é, para mim, a oportunidade de celebrar a conclusão de um trabalho e apresentar o resultado ao mundo.

4) Você é um dos autores que vende livros em outros países pela Bookess. Você tem ideia de quem são os leitores internacionais de seus livros? Como você encara essa nova oportunidade?

Eduardo: Soube que "A Quarta Dimensão" foi vendido em Portugal. Fiquei realmente feliz. O livro eletrônico permite distribuição muito além do que seria possível para o livro impresso de um autor iniciante como eu. Para alguém que quer que suas histórias sejam lidas, como eu, alcançar o máximo de leitores potenciais é essencial, e as livrarias eletrônicas permitem exatamente isso.

5) Como você divulga seus livros? (blog, booktrailer, twitter, etc..)

Eduardo: Criei um blog como um diário de publicação, com todos os passos que tomei para publicar "A Quarta Dimensão". A ideia era documentar os passos para ajudar outros autores iniciantes. Fiquei feliz de que várias postagens ajudaram (especialmente "Fazendo uma Ficha Catalográfica"). Atualizo meu blog com progressos e notícias e as divulgo no mural da Bookess e nas redes sociais (Facebook, Orkut, Twitter, Skoob) de que participo exclusivamente com esse fim. Procuro contato com resenhadores e divulgadores pela internet. Colaboro também com a Revista Lama que é uma proposta de produção conjunta entre escritores e artistas visuais, onde posso expor meu trabalho e divulgar as obras já lançadas. Além dos lançamentos, de que já tratamos.

6) Há algum livro "no forno" para 2012? 

Eduardo: Vou começar o ano lançando a segunda edição de "Histórias Estranhas". Em agosto lançarei "Adolpho Werneck – Vida e Obra", contendo biografia e poemas de meu bisavô, poeta simbolista e fundador da Academia Paranaense de Letras. Estou publicando os poemas na grafia original no blog. Pretendo lançar ambos pela Bookess. Tenho ainda planos para pelo menos mais três livros próprios.

Biografia:
Eduardo Capistrano nasceu em Curitiba, Paraná, no ano de 1980. Bacharel pela Faculdade de Direito de Curitiba, é autor de "Histórias Estranhas" (2007) e "A Quarta Dimensão" (2011). Conheça suas obras e entre em contato através de seu blog em http://edcapistrano.blogspot.com.
Related Posts with Thumbnails
  • Sarah Videa

    Entrei neste site pq minha irmã naquele topor de quem está acordando escutou a voz de um
    homem dizendo ser Adolfo Werneck. Nem sabíamos da existência deste poeta. Resolvi pes-
    quizar e fiquei surpresa. Que maravilha! Foi seu bisavô…
                                                            Sarah-Cordelia

    • http://twitter.com/edcapistrano Eduardo Capistrano

      Oi Sarah, que curioso! Visite http://adolphowerneck.blogspot.com para conhecer mais sobre a vida e obra de meu bisavô. Conforme mencionei na entrevista, lancei o livro e ele pode ser lido inteiro na página ou na Bookess.

  • Sarah Videa

    Hoje dia 23 de agosto estou indo ao Centro Espírita Maria de Nazaré e colocarei o
    nome dele no livro de preces. Se vc for católico, não custa rezar uma missa ou
    se for espírita, procurar um bom centro para saber pq ele se comunicou.
                  Muito Amor por vc e toda a humanidade,
                                                        Sarah-Cordelia
                  Seu olhar é um pouco triste… desejo felicidade e paz. As decepções fazem parte da
    vida para o burilamento do diamante que somos.