Em destaque

Nossa língua tuiteira

Conheço os que tuítam com arte. Está certo que, dentre estes, alguns já têm intimidade com a língua portuguesa: são colegas de profissão ou escritores ou compositores. Mas há os que são verdadeiros poetas enquanto destilam mau humor ou narram uma festa ou celebram a vitória de um time de futebol...

Leia mais

Vendas seus livros na Apple

Por bookess | Postado em Comunicados | em 28-11-2011

Tags:, , , , , ,

26

Querido(a) autor(a),

Já imaginou seu livro à venda em mais de 30 países pela iBookstore – Apple?

Com a Bookess, isso é possível!

Bookess e Apple? Como assim?
A Bookess agora oferece a oportunidade da venda de livros digitais através da iBookstore – Apple para mais de 30 países!

Quanto eu ganharei?
Os royalties serão distribuídos da seguinte forma:
50% Autor
30% Apple
15% Bookess
5% Distribuidora digital

O que é preciso para eu vender meu livro na iBookstore?
1.O livro deve ter sido reconhecido com o Selo Boa Escolha
2. Você deve ter o ISBN para livro digital (eISBN).
3. É preciso que o livro esteja em formato EPUB (que é um padrão internacional para e-books); nós mesmos podemos fazer esta conversão para você (ao preço promocional de R$ 119,00).

E se fizerem cópia de minha obra?
Não se preocupe com a proteção anti-cópia. Os livros vendidos na Apple possuem tecnologia de proteção DRM para iPad, iPod e iPhone.

Como terei controle das vendas? Quando receberei?
Você receberá os relatórios de vendas mensalmente e os royalties serão pagos seguindo a política atual da Bookess:
http://www.bookess.com/infos/terms-of-use/

O que faço para me inserir neste mercado mais amplo?
Mande e-mail agora mesmo para contact@bookess.com solicitando seu eISBN, se ainda não o tem, e a conversão do formato do seu livro para EPUB. Na sequência orientaremos os próximos passos.

Leve sua produção mais longe ainda! Não deixe pra depois, a tecnologia não para, a Bookess também não.

Saudações Literárias,
Equipe Bookess.

Bookess e Apple iBookstore

Por bookess | Postado em Novidades | em 26-11-2011

Tags:

3

Quase todo mundo costuma pensar em histórias que dariam bons livros. No dia a dia, pessoas comuns já imaginaram narrativas incríveis, algumas mesmo até as colocaram no papel. Mas, a maioria das vezes o projeto acaba indo para o fundo da gaveta ou desaparece nas curvas da memória. Isso porque editar um livro não costuma ser tarefa fácil e barata. O acesso às editoras está envolto em tantas complicações que, antes mesmo de chegar ao público, belas ideias morrem por conta das traças ou da desistência do escritor.

Porém, as novas tecnologias estão mudando esse cenário. O livro digital abre as portas para que escrever e divulgar o texto seja possível para todos. Editoras como a Bookess, fazem do mercado brasileiro de livros digitais uma realidade. Usando computadores e internet para possibilitar ao escritor comum uma série de ferramentas editoriais, a empresa tem publicado novos autores e já conta com um catálogo de mais de três mil livros disponíveis.

Com a parceria que a Bookess acabou de firmar com a Apple, os horizontes de divulgação de seu autores estão ainda maior. Por meio do Selo Boa Escolha, os livros editados pela Bookess estarão disponíveis no iBookstore, a loja on-line da Apple para a venda de livros digitais.

O Selo Boa Escolha é a forma de a Bookess garantir a qualidade em três aspectos: qualidade textual (ortografia e gramática), capa profissional e diagramação. A editora já conta com cem livros aprovados pelo Selo, devidamente adequados para serem distribuídos pelos mais de 30 países onde a Apple atua diretamente.

A Editora Bookess trabalha exclusivamente com a publicação de livros digitais e impressos sob demanda, um mercado que cresce rapidamente em todo o mundo. Embora os livros em papel ainda sejam maioria, as pesquisas mostram que o formato digital vai ganhar terreno nos próximos anos. No ano de 2008, quando iniciou seu trabalho, a Bookess contava com 276 livros em seu catálogo. Hoje, já são mais de 8,5 mil. A internet se tornou um espaço literário alternativo às grandes editoras. Suas ferramentas não substituem os livros, mas servem para democratizar a edição dos textos e a Bookess é o meio pelo qual os escritores podem concretizar o sonho da publicação.

Fonte: http://bit.ly/t9gynZ