Em destaque

Da internet para as livrarias

A Bookess, sempre buscando inovar a maneira de escrever, produzir, editar e publicar livros digitais vem lhe convidar a participar de um grande lançamento, em conjunto com outros autores da sua região. Estamos começando pelo Rio de Janeiro. Faremos um lançamento de 3 autores – residentes no...

Leia mais

As novas oportunidades para o mercado editorial

Por bookess | Postado em Comunicados | em 24-04-2012

0

O desafio que as grandes editoras de livros estão enfrentando é a substituição de uma indústria perfeita por outra cheia de caos e oportunidades.

Perfeita? Espaço limitado nas livrarias, concorrentes restritos, custos de criação e produção previsíveis, significando que a estabilidade reinava.

Por trezentos anos ou mais, a publicação de livros não tinha nada a ver com empresas de tecnologia.

Ontem, escrevi sobre um curta metragem chamado Caine’s Arcade. Conceitualmente, é um livro. Claro que não existe papel, nenhuma loja e não há vendas. Motivo pelo qual pessoas da indústria do livro não o vêem como um livro. Isso acontece porque eles cresceram em uma indústria que nunca se preocupou com a tecnologia mudando o que eles fazem ou como eles fazem.

[Ao ler isto, estou preocupado que alguns dos meus pensamentos fizeram entender que Caine’s Arcade deveria virar um livro, escrito e impresso. Na verdade não, eu quis dizer que o ato de achar Caine, investir em um filme de curta metragem, de trazer essa ideia para o público, farão o formato e a economia mudar, mas o ato arriscado de trazer histórias para o público é o que os editores fazem.]

Revoluções permitem o impossível ao mesmo tempo em que destroem o perfeito. Existem muitas lamentações sobre como a indústria do livro perfeito não existe mais. E isso é verdade. O que está acontecendo agora, porém, é o impossível.

Se as empresas (e as pessoas que trabalham para elas) estiverem nesse negócio daqui a cinco anos, eles irão prosperar somente se entenderam que um modelo de negócio totalmente novo terá que ser construído e entendido. E não terá nada a ver com papel. Será somente sobre ideias. Que é o que a publicação de livros deveria ser o tempo todo, certo?

Artigo escrito por Seth Godine e adaptado pela Bookess.

Literatura – A Arte Essencial

Por bookess | Postado em Comunicados | em 19-04-2012

40

Fala-se muito sobre a importância de desenvolvermos os hábitos da leitura e da escrita e dos benefícios que isso representa para a saúde, desenvolvimento pessoal e profissional, etc.
Qual é afinal, a importância da literatura para a humanidade em geral, e para o indivíduo em particular?
A literatura e o desenho (primeiros passos das artes plásticas) podem ser consideradas artes essenciais e estruturais. A partir delas outras artes se criaram e se desenvolvem como elos inacabados da evolução humana.
Isso é fácil de se constatar se pensarmos que, quando o Homem dos primórdios fazia rabiscos nas paredes das cavernas e montanhas, de representações de elementos de sua realidade, nascia ali o esboço da escrita e do desenho. (…).
As artes visuais e aditivas só podem existir a partir da literatura. Como se fazer filmes, teatros, músicas sem antes se escrever enredos, narrativas, letras etc.?
A literatura é investimento de longo prazo. De fato não se pode esperar dela lucros imediatos, e os afoitos e imediatistas preferem em função disto desmerecer e desqualificar sua importância.
Muitas pessoas perguntam se literatura dá dinheiro, e diante de uma resposta negativa questionam: então pra que se perder tempo fazendo algo que não dá lucro financeiro?
Pra que escrever afinal?
Se a grande maioria dos autores renomados que conhecemos pensassem assim não teríamos o fabuloso acervo deixado por eles e que compõe a base da nossa cultura, e importa lembrar ainda que esta grande maioria viveu e morreu na penúria.
Muitos desses nomes que são referências nas artes e na cultura, só foram reconhecidos após sua morte.
Existem outros tipos de remunerações que a literatura consegue promover e que nenhum dinheiro no mundo pode comprar.
Qualidade de vida, bem estar, realização pessoal, reconhecimento público, saúde, etc., tudo isso são ganhos reais que podem se incorporar à vida de quem desenvolveu os hábitos da leitura e da escrita.
Isso porque a literatura consegue promover a catarse tanto individual quanto coletiva trazendo com maior qualidade aquilo que teria de ser adquirido por algum valor financeiro.

João Drummond

Texto integral em: http://amigosletras.blogspot.com.br/

Secretarias de Educação Investem em Parceria com Bienal do Livro de Minas

Por bookess | Postado em Comunicados | em 13-04-2012

46


As secretarias estadual e municipal de Educação investirão mais de um milhão de reais para a Bienal do Livro de Minas. O valor será integralmente destinado à visitação do evento. Com foco no aprimoramento do conhecimento adquirido em sala de aula e no estímulo à aproximação entre os estudantes e a literatura, o projeto beneficiará 46.000 alunos da rede pública e privada de ensino com acesso gratuito à Bienal. As inscrições para a visitação escolar da Bienal do Livro de Minas já estão encerradas. O projeto é uma das iniciativas de maior sucesso do evento e bateu todos os recordes de procura. De 2008 para 2012, houve um incremento de 60% na oferta de vagas. Este ano, os 46.000 cadastramentos foram feitos em apenas quatro dias, demonstrando a boa repercussão da iniciativa.
A Bienal do Livro de Minas acontece entre os dias 18 e 27 de maio, no Expominas. O evento é uma realização da Fagga | GL exhibitions em parceria com a Câmara Mineira do Livro. Mais informações: www.bienaldolivrominas.com.br.

Fonte: Câmara Brasileira do Livro