Em destaque

Bebês que convivem com livros têm futuro garantido

Ler para um bebê que ainda não fala nem entende o que é falado pode parecer perda de tempo, mas diversos estudos mostram que, a longo prazo, a prática pode beneficiar o desempenho escolar. Além de adquirir gosto pela leitura, as crianças que têm contato com livros desde o berço chegam ao ensino...

Leia mais

Passo a passo de contratação de serviços via site da Bookess

Por bookess | Postado em Sem categoria | em 16-10-2012

8

Agora ficou mais fácil e rápido profissionalizar seu livro!

Basta fazer o login no site e clicar no botão “serviços”. Nesta página você encontrará uma lista com itens como confecção de capas profissionais, revisão textual, diagramação, solicitação de ISBN ou e-ISBN, entre outros.

Para cada um deles existe uma caixa de texto na qual você deverá selecionar o livro para o qual deseja contratar o serviço. Após selecionar o livro, o valor será automaticamente calculado. Caso esteja de acordo, clique em “adicionar ao carrinho”.

Refaça o processo para todos os serviços que desejar contratar. Ao final, clique em “vá para o carrinho” e clique em “finalizar compra”.

Pronto! Em alguns minutos você terá solicitado serviços profissionais para tornar sua obra ainda melhor!

Cinco dicas para escrever ficção

Por bookess | Postado em Dicas | em 09-10-2012

5.822

 

1. Pesquise antes de escrever

A pesquisa é a base sobre a qual você construirá seu romance.

Então mergulhe no universo que pretende recriar. Se for um romance de época, visite museus e vá até lugares inspiradores.

 

2. Incorpore seus personagens

Se seu romance é histórico, você precisará incorporar a mentalidade da época que está descrevendo de forma a recriar a atmosfera onde os personagens viveram, seus pensamentos e motivações.

É importante recriar o modo de vida, o cotidiano, as vestimentas, os hábitos alimentares, etc..

 

3. A linguagem tem que coincidir com a época descrita

A linguagem em sua narrativa tem que espelhar de forma convincente com o período e o lugar que você está descrevendo. Isso não significa que você tem que usar padrões de fala arcaicos, mas ajuda muito reler escritores da época para evocar expressões típicas, por exemplo.

Outra dica é evitar girias e expressões muito modernas, que acabam desacreditando sua narrativa.

 

4. Não explore acontecimentos históricos e pessoas reais

Tente diferenciar a recriação de uma atmosférica histórica da narração de fatos reais ou biográficos, afinal, você pretende escrever um livro de ficção e não algo biográfico.

 

5. Não se concentre excessivamente em celebridades históricas

Você pode citar grandes personalidades da época que está recriando e descrever superficialmente seu modo de vida, mas cuidado para não se focar demais na realidade e deixar de lado a ficção. Lembre-se, mais uma vez, de que não está escrevendo uma biografia!

 

(Fonte – http://www.publishersweekly.com. Traduzido e livremente adaptado pela Bookess)

Três dicas para aumentar as vendas do seu livro

Por bookess | Postado em Dicas | em 05-10-2012

0

 

Inicie a divulgação do seu livro quando você começar a escrevê-lo. Nunca é cedo demais para começar. Comece a escrever sobre o seu livro na Bookess, contas de mídia social, e dizer aos amigos em pessoa.
O site Bookess oferece um recurso de envio automático para sua lista de e-mail, e também a criação de códigos de desconto.

Obtenha o Selo Boa Escolha. Em seguida, fale com blogueiros em seu nicho para agendar entrevistas e resenhas. Escreva comunicados à imprensa e lance o seu livro para revistas, jornais e sites relacionados.

Peça aos primeiros leitores do seu livro para analisá-lo online. Certifique-se de destacar os comentários positivos na sua página do Facebook e Twitter. A Bookess possui integração automática com estas duas plataformas.

Deixe mais de vinte páginas grátis para leitura. Apesar de os ebooks geralmente não serem caros, as pessoas ainda estão cautelosas com a compra de um autor não-famoso.

Conte conosco para contribuir nesta divulgação!

Abraços,
Equipe Bookess

Quanto você deve cobrar pelo seu e-book?

Por bookess | Postado em Dicas | em 01-10-2012

2

Centenas de autores estão entusiasmados com os resultados da venda de seus livros a baixo custo, porém, com alto percentual de retorno e conquista de um público muito maior.
Um dos maiores fatores a considerar na precificação de seu e-Book é a porcentagem de vendas que você, autor, vai receber. A Bookess paga royalties que giram em torno de 65% sobre todos os títulos digitais e trabalha com um preço sugerido de R$4,98
Mas, por que um autor cobraria tão pouco por seu trabalho?

• Um livro com baixo preço impusiona o leitor a comprar mais livros. Se você é um autor pouco conhecido tentando construir a sua base de leitores, essa pode ser uma boa estratégia. No entanto, a divulgação entre seus amigos e conhecidos continua sendo fundamental.

• Um livro em valor mais acessível contribui para a democratização da leitura. Ao contrário do livro impresso, o livro digital não requer custos significativos de produção, portanto o preço do e-book pode e deve ser mais acessível.

• Este é um caminho mais fácil para se criar um livro de sucesso. Para subir no topo do ranking de vendas, por exemplo, o que conta é a quantidade de livros vendidos e não a receita. Fixar um preço mais baixo pode ajudar a ganhar visibilidade.

 

Lembramos que sempre que um leitor adquire um livro on-line, ele terá acesso à leitura gratuita do exemplar completo no site Bookess.

 

 

Abraços,
Equipe Bookess