Em destaque

Venda porta a porta de livros supera comércio via internet

A venda porta a porta chama a atenção do mercado editorial, ao superar as  vendas do comércio eletrônico (e-commerce) e ficar abaixo apenas das vendas em livrarias físicas. A perspectiva para o segmento para este ano é que este nicho de venda direta tenha aumento de 10% a 15%, segundo a Fundação...

Leia mais

Coisas para se lembrar enquanto você sofre para construir sua carreira de escritor

Por bookess | Postado em Dicas | Em 23-07-2015

0

Quando você está afundado até os joelhos na confusão que é aprender algo novo é fácil se perder nas trivialidades. O que é importante e o que não é? O que merece sua atenção e o que você pode deixar para lá?

Pensar demais atrasa seu progresso, a frustração cresce (e talvez até um pouco de pânico?) e logo você se vê perdido num sentimento de “eu nunca vou conseguir”.

E como as regras estão sempre mudando com rapidez, existe uma luta constante para se manter longe das coisas banais e se concentrar no que é realmente relevante para criar uma carreira longa e bem sucedida como escritor.

Respire fundo.

Construir uma carreira não é uma tarefa pequena. Para te ajudar a relaxar e seguir seu caminho, apresentamos uma lista de lembretes gentis sobre o que realmente importa. Coisas que você provavelmente já sabe, mas pode ter se esquecido enquanto lutava para criar seu império.

1. Fracasso é o melhor professor. Não perca oportunidades para o fracasso. É errando que você aprenderá as maiores lições. Aprenda o que você precisa para seguir em frente, ou se prepare para repetir as mesmas lições de novo (e de novo).

2. Deixe as oportunidades te surpreenderem. Esteja aberto à possibilidade que o caminho de seu trabalho pode te levar, às vezes para um lado oposto do que você imaginava. Você não pode prever uma curva acentuada ou um momento de sorte. Então tenha um plano, mas deixe espaço para surpresas.

3. Perfeito é improvável, então comece antes de você estar pronto. De acordo com James Clear: “Um começo imperfeito sempre pode ser aperfeiçoado”. A única maneira de chegar mais perto de “perfeito” é praticar a imperfeição. Então apenas comece onde você está. Seu melhor (agora) vai funcionar.

4. Seja você mesmo. Não tente imitar o estilo de escrita ou divulgação de alguém. Quanto mais sincera for sua comunicação e conexão com as pessoas que se importam com seu trabalho, mais fácil se tornará seu trabalho.

5. Um manifesto pessoal é necessário. Quem realmente é você? O que você valoriza? Você não conseguirá compartilhar o que você não consegue articular. Então reserve um tempo para registrar quem você é e no que você acredita. Você ficará surpreso quando notar quão difícil é isso, mas entender suas motivações e a mensagem que você está tentando passar é tão importante para você como para seus leitores.

6. Pare de se preocupar sobre o que os outros pensam. Não permita que os outros validem seu merecimento. Você importa, e fama não garante significância. Nem todo mundo vai te “entender”, mas em muitos casos, aqueles que entendem vão lhe aceitar.

7. Viva o agora. Não antecipe o sofrimento do fracasso antes que ele aconteça. E não fique preso ao passado, pois ele te impede de seguir em frente. Aceite este momento, agora mesmo, e retire tudo o que puder disso.

8. Não confunda difícil com complicado. Escrever e divulgar são trabalhos difíceis, mas nenhum dos dois é ciência de foguete. A parte difícil não é aprender o que fazer, é fazer o que você aprendeu.

9. Ignore o mito de sucesso repentino. Não caia na ideia de que existe um caminho rápido e com pouco esforço para o sucesso que você quer – e que o autor X descobriu. Existe sempre uma história de sangue, suor e lágrimas por trás do sucesso.

10. Escreva. Escreva. Escreva. Contrário ao que se acredita, o ato físico é necessário. Contemplar, processar e planejar pode ajudar, mas em algum ponto você terá que sentar e escrever. Repetidamente.

11. Se cure da Síndrome de Comparação Obsessiva. Nada suga mais a motivação de alguém como assistir alguém viver a vida que você quer. Não compare o que você está tentando fazer ao que alguém já fez. Use isso como inspiração de que é possível, mas entenda que a estrada que o levará será diferente.

12. Desvie das decepções. Suas palavras, ideias e histórias importam. Mas a importância de seu trabalho se torna irrelevante se você não pode passar por obstáculos. Encontre maneiras de desviar dos obstáculos, independentemente do tamanho.

13. Escrever deve ser um trabalho difícil. E levar isso às mãos de seus leitores é ainda mais difícil. Você realmente pensou que seria fácil?

14. Leia. Leia. Leia. Aprenda tudo o que você pode sobre como os outros escritores escrevem e como a indústria funciona. Incorpore o que funciona para você e descarte o que não funciona.

15. Cuide-se. Nada funciona se o tanque está vazio. Não importa se são pequenos rituais diários que te ajudam a recuperar o equilíbrio ou folgas de algumas horas por semana. Certifique-se de tomar um tempo para recuperar seu corpo, mente e paixões.

16. Todo mundo, em algum nível, sente ansiedade, confusão e medo sobre o próximo passo. Os que são bem-sucedidos são aqueles que dão o próximo passo mesmo assim.

17. Não persiga o dinheiro. Determine o que é mais valioso para você (aquilo que o dinheiro não pode comprar) e persiga isso.

18. Inspire-se. Copie o melhor, mas tente superar o original adicionando seu toque pessoal à mistura.

19. Às vezes, o que ótimos autores estão criando para fazer sucesso não funciona para você. Não existe algo como “tamanho único” neste meio. Assim como não há o caminho certo para te levar aonde você quer chegar. Aprenda a discernir entre o que funciona e o que não funciona.

20. Não intimide. Deixe as pessoas se aproximarem e se relacionarem com você. Relacionamentos se formam a partir de entendimento e interesses em comum. Permita-se se abrir e ser um pouco vulnerável.

21. Não seja intimidado. Pessoas podem se relacionar a vulnerabilidade e dificuldades, mas apenas seguem líderes. Comunique sua visão com confiança e propósito para que outros possam compartilhar dessa expressão.

22. Conheça seu público. Pesquisar e entender as pessoas que lerão seu livro vai lhe ajudar a comunicar melhor a sua mensagem.

23. Expanda sua criatividade além da escrita. As pessoas absorvem informações de maneiras diferentes. Não é porque você é um autor que você só pode comunicar com seu público por escrito. Trabalhe com uma variedade de mídias, como imagens, vídeo, música e blogs para expressar suas ideias.

24. Agradeça. Gratidão requer prática. Celebre o que você fez em vez de se preocupar com o que você não fez. Mude “eu tenho que” para “eu posso” e veja como sua visão sobre o mundo mudará.

25. Ouça. O que seus leitores estão dizendo? E críticos? E outros autores? Livre-se das críticas excepcionalmente negativas ou críticas não construtivas. Mas reconheça as dicas úteis que as pessoas estão dispostas a compartilhar contigo. Seu crescimento como autor depende da sua habilidade de escutar.

26. Impacte. Não tenha medo do que você pode realizar. Com persistência e foco até mesmo as menores coisas podem ter um grande impacto. Então comece pequeno, e então aumente sua influência e seu alcance.

27. Grandiosidade e ruína estão apenas a um passo de distância. Frequentemente as pessoas desistem cedo. Às vezes suportar por apenas alguns minutos a mais pode fazer a diferença entre sucesso e fracasso. Você nunca vai experimentar grandiosidade se não está disposto a chegar até a borda.

28. Se dê uma folga. Você pode suportar muito mais do que você pensa. Mas apesar de seus melhores esforços, algumas coisas não serão cumpridas. Aceite que, por vezes, seu melhor pode não ser bom o bastante.

29. Seja generoso. Não acumule sua criatividade e presentes. Compartilhe uma parte de seus melhores trabalhos gratuitamente. Pode parecer ingenuidade, mas é uma das melhores maneiras de ganhar mais pelo seu trabalho.

30. Faça algo que importe. Frequentemente nos concentramos em nossos desejos e necessidades imediatas. É difícil olhar para fora e se concentrar no todo. Reavalie seu propósito, a razão para criar o trabalho que você cria, e veja se você não pode inspirar uma emoção muito maior, uma conversa maior ou uma razão melhor para que as pessoas reajam.

31. Voe mais alto. Nós somos condicionados a voar baixo. Temos mais conforto em estar certos do que sinceros, mais segurança em se encaixar do que se destacar. Então não tenha medo de mirar mais alto.

32. Pare de procurar por garantias. Quanto maior o risco, maior o potencial pagamento. Esforce-se para sair das vitórias garantidas e mergulhe no risco.

33. Divulgue quão grande é a sua visão. Você pode ficar surpreso com quanto apoio você terá quando revelar a magnitude de suas metas. Seu comprometimento e crença no que você pode alcançar vai se espalhar para outros, então compartilhe sua visão. Não a esconda ou minimize.

34. Compartilhe sua história de origem. Como você chegou aqui importa tanto para você como para seu público. Não como um guia para como recriar o sucesso, mas para permitir que os outros tenham empatia e se relacionem com você como ser humano.

35. Deixe para trás suas crenças limitadoras. Não é tempo, tecnologia ou falta de experiência que está te segurando. São os limites que você está impondo a você mesmo que evitam que você perceba seu potencial completo. Treine sua mente para identificar estes pensamentos e exclua-os.

36. Faça uma escolha. É melhor escolher o caminho errado e realizar alguns ajustes do que nunca escolher uma direção. Decida o que você quer, e então comece a caminhar na direção de suas metas.

Pensamentos finais

Se você está com dificuldade para progredir, saiba que você não está sozinho. Mas, ao se lembrar do que é realmente importante em construir a vida que você imagina, você terá mais chances de aproveitar a jornada, em vez de apenas sobreviver a ela.

De You Writer Plataform. Traduzido livremente por Bookess.

 

Comentários protegidos.