Em destaque

7 dicas para vencer o bloqueio criativo

1. Ouça música. Todo mundo sabe que a música pode ser inspiracional e muitas pessoas acreditam que um pouco de música de fundo pode ajudar a manter as ideias fluindo e a lâmpada das ideias acesa. Se você está  lutando contra o bloqueio criativo, pare por um momento e relaxe ouvindo suas músicas...

Leia mais

Nossa língua tuiteira

Por bookess | Postado em Novidades | Em 23-10-2010

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , ,

0

Conheço os que tuítam com arte. Está certo que, dentre estes, alguns já têm intimidade com a língua portuguesa: são colegas de profissão ou escritores ou compositores. Mas há os que são verdadeiros poetas enquanto destilam mau humor ou narram uma festa ou celebram a vitória de um time de futebol ou fazem profundas análises políticas ou se declaram apaixonados por um software/gadget novo. São, segundo os mais recentes números divulgados pelo co-fundador do Twitter, Evan Williams, 90 milhões de tuítes por dia.

Têm também muito serviço e informação circulando nestes tuítes, Williams falou que 25% dos milhões de mensagens postadas no microblog contêm links – ou seja, redirecionam para blogs, notícias. São 160 milhões de usuários no mundo – 60 milhões deles aderiram ao Twitter só no mês passado. O cofundador da rede social quer mais: Evan Williams disse que sua equipe já está focada na marca de 1 bilhão. Com tanto poder, o microblog definitivamente muda não apenas esta entidade viva que é a língua de um povo, mastambém sua cultura.

Dias atrás, cem tuiteiros receberam a notícia de que seus 140 toques estariam no primeiro livro feito com tuítes em língua portuguesa. Chamada de Os cem melhores poemas do TOC140, a antologia será lançada dia 15, na Festa Literária Internacional de Pernambuco – Fliporto, com transmissão online. Nenhum dos três finalistas do concurso TOC140, que resultou na obra, é pernambucano. O poeta número 1 do Twiter, segundo a comissão julgadora e o voto popular (mais de 1.299.486 votaram), é o paulistano Carlos Seabra (@cseabra). O autor do tuíte “No despenhadeiro/a sombra da pedra/cai primeiro” 1.299.486. Além de ter agradado a 34%, ou 444.312 internautas, receberá R$ 3 mil de prêmio.

O segundo lugar, com 368.141 votos, é do paranaense Kleber Bordinão (@kabs82), que escreveu: “Essa aparente imperícia/dos meus dedos, mãos e braços/nada mais é que malícia/o mais seu, dos meus traços”. Em terceiro, o gaúcho Marcelo Melo Soriano (@euFRASE). O tuíte Já foi dito que palavras são mortais. “Eu diria que palavras são incertas, mas as certeiras podem ser fatais” conquistou 292.739 eleitores.

Vídeo enquete // No vasto oceano de caracteres do Twitter, também há – claro! – os que desperdiçam palavras e desrespeitam uma certa etiqueta social (já que a anti-etiqueta do Twitter virou hashtag e foi fervorosamente negada por usuários no início do ano). Naturalmente, basta parar de segui-los ou ignorá-los ou se divertir com eles. É a democracia do unfollow. Mas o blog de tecnologia quer saber: o que mais lhe aborrece no Twitter? Fique ligado que vamos às ruas ouvir os pernambucanos.

Advertência: Twitter engorda. Mirem-se no caso do Ronaldo,um dos grandes viciados nesta brincadeira.
Xico Sá – jornalista e escritor

Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/2010/10/20/info2_0.asp

Deixe seu comentário