Em destaque

Um futuro para o bibliotecário sem os livros impressos

Durante a minha formação dediquei minhas pesquisas e exercício profissional a compreender qual seria o papel da Biblioteconomia na sociedade em um mundo sem Bibliotecas. Durante esta busca, acabei desencantando-me da academia, saí da Biblioteca Especializada em que trabalhei de 2004 a 2007 e comecei...

Leia mais

Conheça “Caminhos de Amor e Ódio”, escrito pelo Dr. Afrânio Luiz Bastos

Por bookess | Postado em Entrevistas | Em 27-04-2016

Tags:, , ,

0

Caminhos de amor e ódio

Entrevistamos Dr. Afrânio Luiz Bastos, o autor de “Caminhos de amor e ódio”. Confira a entrevista abaixo e aproveite para comprar o livro AQUI.

1. Quem é o Dr. Afrânio Luiz Bastos?
Nasci em Matipó/MG, em 05/04/1949. Sou formado em medicina pela Universidade Federal de Juiz de Fora, pós-graduado em Nefrologia pela Fundação Oswaldo Aranha, Rio de Janeiro. Atualmente moro em Santos, litoral Paulista, onde trabalho.

2. Quando você decidiu escrever um livro? Como isso começou?
Inicialmente, por insistência de meu filho mais velho, comecei a escrever um blog onde eu contava minhas experiências na medicina. Meu blog tinha muitos seguidores e muitos deles me abordavam sugerindo que eu fizesse daqueles contos, um livro. Assim o fiz e fiquei muito feliz tendo um livro, o meu livro, em minhas mãos. A felicidade foi tanta que resolvi continuar escrevendo.

3. Você tem algum hábito “de escritor”?
Escrevo ouvindo música romântica. Escrevo pouco por dia mas escrevo todo dia. Normalmente eu mesmo me emociono com o que escrevo e, naturalmente, guardo com mais carinho as escritas que me emocionam.

4. Como você se mantém inspirado para escrever?
Eu me inspiro observando a minha volta, ouvindo ou lendo frases soltas, ouvindo música. Cada música é um livro resumido que se ouve e se emociona muitas vezes. Uma ideia puxa outra. Eu escrevo todo dia.

5. Qual a sensação de publicar seus livros?
É uma sensação muito boa. De não deixar se perder no tempo nossos pensamentos e nossos sentimentos… É como se fizéssemos na areia da praia um castelo, não de areia, de cimento talvez… A onda não vai apagar.

6. Por que você decidiu publicar na Bookess?
Por recomendação de meu filho que é escritor já há algum tempo e sempre se deu bem e gostou do sistema da Bookess…

7. Deseja deixar alguma mensagem para os leitores e futuros escritores?
Para os leitores, que leiam muito, sintam o tato do livro, sintam o cheiro do livro, absorvam as mensagens implícitas. Grifem frases bonitas e/ou emocionantes e as transcrevam para serem lidas mais vezes do que o necessário. Depois escrevam, escrevam muito e terão o prazer de ler seu próprio livro. Isso é fantástico!

8. Para escrever: computador ou caneta?
Computador.

9. Livro físico ou eBook?
Livro físico.

10. Para você, o que é escrever?
Para mim, escrever é transferir para livros ou revistas pensamentos e sentimentos para que outros tenham a oportunidade de os compartilhar e se emocionar com nossas emoções.

11. Para finalizar, conte um pouco sobre seu livro
Após ver seus pais e irmãos caminhando pelo tempo, sofrendo decepções e dores, um jovem fugiu de sua terra, constituiu uma família e teve um filho que se tornou oficial da Marinha do Brasil. Este oficial casou-se e teve uma filha. Certo dia, enquanto estava em manobras na Marinha, sua esposa fugiu com seu superior roubando sua filhinha… Enlouquecido, sem muito raciocinar ele percorreu o país em busca de sua filha por mais de trinta anos… Será que ele a encontrou? O leitor percorrerá juntamente com ele lindos e emocionantes caminhos torcendo pelo sucesso de sua busca.

 

Conheça os outros livros do autor!

Comentários protegidos.