Em destaque

Salada de idéias

Não há mais tempo a perder: é publicar, e ponto (com)! Eis o exemplo, o conceito da plataforma editorial Bookess. Enquanto muitos estão discutindo a validade do copyright o mundo continua a se mesclar e crescer. Os poucos que lêem recebem esta salada cultural e a deglutem...

Leia mais

Manual do Selo Boa Escolha

Por bookess | Postado em Tutoriais | em 18-06-2014

0

Manual Header

 

Você conhece o Selo Boa Escolha da Bookess? Este é um selo especial da Editora Bookess que classifica os livros com qualidade profissional. Os requisitos para que um livro obtenha o Selo Boa Escolha são: uma capa com boa aparência, diagramação alinhada e padronizada e revisão textual profissional.

Mas como atender a todos esses requisitos? Há algum padrão neles?

Felizmente, podemos dizer que a resposta é sim! Trazemos este manual com o intuito de que os autores que tenham interesse em adquirir o Selo Boa Escolha para os seus livros, saibam como adequar seu livro de acordo com o padrão solicitado pelo Selo, sem correr o risco de ser reprovado. Esses requisitos estarão valendo a partir de hoje, e os os livros que não atenderem a algum dos requisitos, não receberão o Selo Boa Escolha.

Primeiro requisito: Capa com Boa Aparência.

A primeira coisa que um leitor percebe no seu livro é uma capa de boa aparência e de qualidade. Isso, por sinal, também é um requisito para que o seu livro obtenha o Selo Boa Escolha. Para que o seu livro atenda ao requisito do Selo de Capa Com Boa Aparência, ressaltamos os pontos importantes para a sua capa:

  •   Ela deverá ter título e nome do autor na capa em fonte legível e com cores que tenham contraste com a imagem de fundo para que a leitura seja agradável.
  •  Ela deverá ter contracapa com sinopse, também com fonte legível e com bastante contraste entre a cor da fonte com a imagem de fundo, para que a leitura seja agradável e fácil. A contracapa é necessária apenas para os livros impressos, não havendo necessidade também para os livros em formato digital.
  •  As imagens/artes utilizadas deverão ser de boa qualidade, não podendo ser retiradas de banco de imagens sem a devida autorização e direitos autorais.

Exemplo:

Capa Completa

Contracapa e capa.

A Bookess também sugere que, para a sua capa atender a todos os pontos citados acima, você contrate um profissional da área que realize uma capa de qualidade profissional.

Segundo Requisito: Diagramação Alinhada e Padronizada

A diagramação é a parte responsável pelo modo como o texto se encontra no livro. O tipo de fonte, a centralização do texto na página, o design adequado para o miolo do livro. De modo geral, a diagramação é responsável para deixar o miolo do livro agradável para o leitor, dando a ele ainda mais prazer em ler o seu livro. Para que seu livro atenda ao requisito do Selo de Diagramação Alinhada e Padronizada, nós ressaltamos os pontos importantes para a diagramação:

  •   Para a diagramação ser padronizada, ela precisa ter numeração de páginas ou no centro da página, ou nos cantos externos. Para os arquivos digitais em formato PDF, é necessário também que a paginação seja feita, sendo apenas não necessária em arquivos de formato EPUB. Se o autor desejar adicionar um cabeçalho, o cabeçalho deverá trazer o nome do autor e o nome do livro ou do nome ou número do capítulo.
  •  Se o Sumário for necessário no seu livro, ele precisa ser feito e diagramado de modo padrão. Sumários em que os capítulos são colocados logo ao lado da numeração de páginas, sem a divisão adequada, serão desclassificados, tornando a diagramação irregular.
  •  A diagramação também precisa trazer, na primeira página, o nome do livro e do autor. Na segunda página, ela precisa conter as informações — ISBN, ficha catalográfica, responsáveis por serviços editoriais, se tiver —, e na terceira, novamente o nome do livro, do autor e o número da edição.
  •  Para uma diagramação alinhada, o texto precisa estar em alinhamento justificado, para que ele fique com o texto bem distribuído pela página, tornando-o esteticamente aceitável e até mesmo a leitura mais agradável.
  •  Se o seu livro contiver imagens, fique atento à qualidade delas, o modo como estão distribuídas pelo livro e, se tiver algo escrito nelas, fique atento ao contraste do texto com o fundo da imagem. Isso também se aplica para tabelas.

Exemplos:

Primeira página

Primeira página.

Miolo 2

Segunda e terceira página.

Sumário e miolo.

Sumário e miolo.

Miolo-2

Exemplo de numeração de página nos cantos externos.

A Bookess também sugere que você contrate um diagramador profissional para realizar o serviço dentro dos padrões solicitados para um livro com o Selo Boa Escolha.

Terceiro Requisito: Revisão Textual

A revisão textual é essencial para todo e qualquer livro, além também de às vezes ter a necessidade de adequar o texto de acordo com a Nova Ortografia. Para que o leitor não encontre deslizes durante a leitura que possam comprometer até mesmo a imagem do autor, é sempre recomendado que pelo menos uma revisão seja realizada por uma visão externa, de alguém que não faça parte da criação do livro. Para que seu livro atenda ao requisito de Revisão Textual, é necessário que:

  •   O autor revise inteiramente seu livro, em busca de pequenos erros que possam passar despercebidos durante a leitura, o que também sugere que o livro seja pelo menos revisado uma vez por alguém de fora da criação do livro ou por um profissional.
  •   O autor deve ficar atento aos erros como mal uso de crases, falta de acentos em palavras que necessitam dele, uso do trema — que não é mais usado, de acordo com a Nova Ortografia —, uso excessivo de vírgula que torna parágrafos muito extensos e cansativos, dentre outros. Espaços antes de vírgulas, exclamações, interrogações, pontos finais, dentre outros acentos, também são vistos como falhas na revisão.
  •   A sinopse do livro, colocada na contracapa e no site, também precisa ser revisada. Se a sinopse usada no site contiver algum erro, o requisito de revisão textual logo será descartado. Se a sinopse usada na contracapa, ou qualquer texto que estiver na capa estiver errado, a capa será igualmente desclassificada.
  •   Textos totalmente em itálico, sem necessidade — que seria em certos diálogos, palavras estrangeiras, dentre outros — também desclassificam a revisão.

Exemplo:

Revisão

Exemplo de revisão, de uso inadequado de acento, itálico, trema e hífen.

A Bookess sugere também, para que seu livro tenha uma revisão adequada e aceita, você contrate um revisor profissional.

Para que o seu livro obtenha o Selo Boa Escolha, todos os três requisitos precisam ser atendidos, de acordo com os padrões impostos pela análise do Selo Boa Escolha da Bookess.

Adeque seu livro aos padrões do Selo e tenha seu livro vendido nas maiores livrarias do país!

 

Cordialmente,

Equipe Bookess.

Como vender o meu livro da Bookess?

Por bookess | Postado em Tutoriais | em 29-07-2010

Tags:, , , , , ,

386

… criar e distribuir livros digitais, que geram informação, cultura e entretenimento é, sem dúvida, uma das mais atraentes. A Bookess, sabendo disso, ensina aos autores que eles podem, sozinhos, criar, editar e formatar o conteúdo, divulgar através de marketing correto e  cuidar da distribuição do livro que eles publicam.

Antes do surgimento da Bookess, você só poderia distribuir o  próprio livro passando por uma editora tradicional – que sempre ficava com a maior parte dos lucros. E, depois que o livro fosse editado e impresso, ele ficaria em uma prateleira de livraria, em meio a outros milhares de títulos. A você, só restaria orar para alguém notar o seu produto entre outros tantos títulos, e quem sabe, comprá-lo.

Imagine como é complexo o processo de compra de um livro tradicional: primeiro você precisaria contar com alguém que estivesse disposto a ir até uma livraria. Depois, precisaria contar que esta pessoa estivesse interessada no conteúdo que você criou.

O próximo passo seria orar para a pessoa ir até a seção onde está o seu pequeno livro – entre outros milhares, e quem sabe, obter a atenção dessa boa alma para o seu produto.

Se o seu livro superou todas estas barreiras, considere-se uma pessoa de sorte. Mas a batalha não é tão simples assim, nem está vencida! Agora, ore para que essa pessoa pegue o seu livro, e sinta-se atraída pelo conteúdo, a ponto de sacar o cartão de crédito e gastar o seu suado dinheirinho com o seu produto.

Claro que, depois de tudo isso, uma boa parte dos lucros pela venda ainda ficaria com a editora, a livraria, os intermediários e sabe-se lá mais quem. A você, criador do livro, restaria alguns poucos trocados por mais uma batalha (venda) conquistada.

A Internet mudou tudo isso. E a Bookess tornou isso realidade: qualquer pessoa agora pode sozinho, criar, editar e formatar o produto, fazer o marketing e a distribuição, e o melhor de tudo: ficar com a maior parte dos lucros!

Para os autores da Bookess mais dicas de valor: enquanto você escreve o seu livro digital, tente criar o seu plano de marketing. O segredo está em atrair o maior número de pessoas para o seu livro, e para isso, utilize 100% dos recursos da Internet. Não faça nenhuma publicidade off-line. Consulte o Manual Bookess de Divulgação para mais dicas. E boa sorte!