Em destaque

Revisar é necessário!

A tarefa de revisar um texto, tornar sua mensagem clara é algo que exige tempo e disciplina. Para alguns escritores, lapidar o próprio trabalho com a revisão é algo reconfortante, já para outros, é um grande pesadelo. Se você está terminando de escrever um livro, seja ele um romance ou um artigo,...

Leia mais

Conheça Gustavo Costa, autor de Amores Fluídos

Por bookess | Postado em Entrevistas | em 08-09-2017

Tags:, , , ,

5.378

 

Entrevistamos Igor Assunção, o autor de “O mistério do Canibal”. Confira a entrevista abaixo e aproveite para ler um trecho do livro gratuitamente AQUI.

 1. Quem é Gustavo Costa?

Pernambucano nascido em Recife, adotado por São Paulo e viajante pelo Brasil e pelo mundo.

2. Quando foi que você decidiu escrever o livro? Como isso começou?

O desejo de escrever nasceu muito cedo e cresceu a partir da adolescência com os primeiros amores, alegrias e tristezas. Com o tempo, tornou-se hábito passar ao papel as observações da vida.

3. Você tem algum hábito “de escritor”?

Tenho como hábito anotar algumas palavras que descrevem a essência de uma observação ou situação e deixo que a mente a processe sem pressa. Algum tempo depois, estas palavras aparecem em forma de poema ou um pequeno conto. Alguns processamentos levam meses.

4. Como você se mantém inspirado para escrever?

Manter o espírito observando e deslumbrando-se com a vida todos os dias.

5. Qual a sensação de publicar seu livro?

Publicar um livro é uma responsabilidade muito grande. Podemos ficar frustados com uma baixa aceitação ou ficarmos deslumbrado caso contrário. O importante é mantermos a humildade, manter a motivação de escrever e viver com paixão por tudo que fazemos, desejando sempre ajudar o leitor a também viver assim.

6. Por que você decidiu publicar na Bookess?

Embora já publicasse em meu Blog, muitos leitores incentivaram-me a publicar em forma de livro. Pesquisei as melhores opções e decidi pela Bookess.

7. Deseja deixar alguma mensagem para os leitores e futuros escritores?

Vivi (e vivo) situações que podem ser iguais a de alguns leitores ou escritores. A forma que utilizo para registrar e eternizar estas situações depende das lentes e filtros que utilizei. Logo o que escrevo pode ser uma experiência para o leitor ou escritor que possuem seus próprios filtros e lentes, uma vez que existirão diferentes sensações sobre uma mesma situação vivenciada individualmente.

8. Além de escritor, você tem alguma outra profissão? E hobbies?

Sou Engenheiro, Mestre e Doutorando em Engenharia Naval (POLI – USP), o que levou-me a trabalhar com Transporte Marítimo e Logística. Este lado cartesiano e balanceado com viagens de moto e corrida e natação nas praias.

9. Para escrever: computador ou caneta?

Primeiro a caneta e depois do trabalho quase finalizado, o computador. Ando sempre com um bloco de rascunho e uma caneta.

10. Livro físico ou eBook?

Os dois, para atender o desejo dos diferentes leitores.

11. Escrever é…

Parafraseando um Mestre… Para viver devemos Pensar, Verbalizar e Executar nossos desejos. Escrever é registrar este ciclo fundamental.

12. Para finalizar, nos conte um pouco sobre seu livro

Este livro foi escrito como um registro da vida utilizando meus filtros e lentes. Desejo que a sua leitura desperte novas sensações ao leitor, que utilizando suas próprias lentes e filtros, possa, talvez, reviver instantâneos de sua vida.

Leia um trecho gratuitamente de Amores Fluídos ou adquira seu exemplar.