Em destaque

Como fazer com que as crianças sejam estimuladas a ler no computador?

Discute-se muito sobre a dificuldade de fazer com que as crianças leiam livros, histórias cativantes, ao invés de ficarem presas na frente de um computador assistindo a filmes e seriados baixados da internet. Ou até mesmo presas em sites de relacionamentos, jogando “entre amigos”.Mas será que...

Leia mais

Vendas seus livros na Apple

Por bookess | Postado em Comunicados | em 28-11-2011

Tags:, , , , , ,

1.103

Querido(a) autor(a),

Já imaginou seu livro à venda em mais de 30 países pela iBookstore – Apple?

Com a Bookess, isso é possível!

Bookess e Apple? Como assim?
A Bookess agora oferece a oportunidade da venda de livros digitais através da iBookstore – Apple para mais de 30 países!

Quanto eu ganharei?
Os royalties serão distribuídos da seguinte forma:
50% Autor
30% Apple
15% Bookess
5% Distribuidora digital

O que é preciso para eu vender meu livro na iBookstore?
1.O livro deve ter sido reconhecido com o Selo Boa Escolha
2. Você deve ter o ISBN para livro digital (eISBN).
3. É preciso que o livro esteja em formato EPUB (que é um padrão internacional para e-books); nós mesmos podemos fazer esta conversão para você (ao preço promocional de R$ 119,00).

E se fizerem cópia de minha obra?
Não se preocupe com a proteção anti-cópia. Os livros vendidos na Apple possuem tecnologia de proteção DRM para iPad, iPod e iPhone.

Como terei controle das vendas? Quando receberei?
Você receberá os relatórios de vendas mensalmente e os royalties serão pagos seguindo a política atual da Bookess:
http://www.bookess.com/infos/terms-of-use/

O que faço para me inserir neste mercado mais amplo?
Mande e-mail agora mesmo para contact@bookess.com solicitando seu eISBN, se ainda não o tem, e a conversão do formato do seu livro para EPUB. Na sequência orientaremos os próximos passos.

Leve sua produção mais longe ainda! Não deixe pra depois, a tecnologia não para, a Bookess também não.

Saudações Literárias,
Equipe Bookess.

Alguém, em algum lugar, sabe que acabei de comprar um livro

Por bookess | Postado em Novidades | em 16-09-2010

Tags:, , , , , , ,

4.817

O Book Depository tem uma página em seu site que mostra que as pessoas estão comprando livros ao redor do mundo, a qualquer momento. É uma experiência estranha ver janelas pop-up surgindo nos mapas, sobre os países.

Alguém comprou no Reino Unido “AQA AS Business Studies”

Alguém na Austrália comprou “Star Ilha”

Alguém comprou na Bélgica “Beasts of Burden”

Alguém comprou nos Estados Unidos “Getting to Yes”

No caixa, há a imagem de capa e detalhes de  há quanto tempo o livro foi comprado e qual foi o valor da taxa de entrega.

A ideia de mostrar que os livros estão sendo vendidos ao redor do mundo é  muito interessante.  É uma forma inovadora e saudável de ver algo tão simples, e normal, acontecendo.

Fonte: http://bookseller-association.blogspot.com/2010/09/someone-somewhere-just-bought-book.

A absurda guerra de preços dos e-books no Reino Unido

Por bookess | Postado em Novidades | em 03-09-2010

Tags:, , , , , , , , ,

0

A guerra de preços dos e-books foi deflagrada no Reino Unido com a inauguração da e-bookstore da Amazon– a rede chegou a cobrar menos de três libras por alguns best-sellers, o que um editor considerou como “absolutamente absurdo”. Preocupações têm sido levantadas sobre o fato de o mercado britânico poder estar entrando em uma batalha similar à vivida pelos EUA no ano passado. Entretanto, alguns editores disseram que os preços baixos podem não afetar o futuro modelo de precificação de e-books. A Amazon.co.uk inaugurou sua loja há duas semanas prometendo oferecer os preços mais baixos do mercado. Em resposta, a W H Smith derrubou o preço dos top 100 e-books de ficção a um terço de seu preço original, e depois disse que venderia todos os e-books com 50% de desconto.

No final de tudo a leitura está vencendo.

Fonte: Por Graeme Neill | Publicado originalmente em The Bookseller, em inglês.

Autora explica como redes sociais impulsionaram a venda de seu livro

Por bookess | Postado em Dicas | em 03-09-2010

Tags:, , , , , , , , ,

1

Recebi treze rejeições antes de decidir autopublicar o meu livro. Isso foi há cinco anos. Ouvi muitas histórias desastrosas de autores autopublicados, principalmente em relação à imprensa e às caixas de livros empoeirando nos hobby boxes. Eu sou uma das escritoras sortudas, neste aspecto. Já assinei grandes contratos pra fazer uma série de livros, com direitos autorais mundiais garantidos. O segredo do meu sucesso? Meus sites, blogs e a intensa atividade da minha rede social.

Assim que acabei de escrever o meu livro criei um site e enviava posts regulares. Inicialmente comecei com vinte destinatários; minha lista de discussão tem, agora, bem mais do que mil assinantes. Três anos depois, temos uma comunidade próspera www.stonewylde.net, uma rede social com cerca de 700 membros, além das adesões diárias. Eles adicionam fotos e vídeos, participam em muitos debates diferentes, atualizam o status com regularidade e participam do chat. É uma comunidade feita de amizades verdadeiras.

A melhor coisa sobre redes sociais é que ela mantém os fãs engajados. Ao invés de simplesmente lerem os meus livros e então seguirem em frente, eles permanecem fiéis à Stonewylde. Eles falam sobre a nossa comunidade para  os seus amigos e familiares que, em seguida, também leem os livros. A lealdade dos leitores..