• Autor(es): Jânio Lima
  • Visualizações: 1032
  • Revisão 2
  • Publicado: 26/08/2012
  • Atualizado: 18/02/2014
  • Situação: Redigindo
  • Páginas: 72
  • Categoria: Poesias e Poemas
  • Licença:
  •   0 consideram favorito
  •   0 Já leram
  •   0 estão lendo
  •   0 estão relendo
  •   0 Pretendem ler
  •   0 possuem um
  •   0 desejam ganhar

Pairando Sobre os Desvarios do Tempo

Compartilhar

Sinopse

Das coisas que só o tempo se apropria de forma intensa e duradoura. O pensamento caminha constante sobre os ritmos desordenados das mazelas sociais, do pensar vandálico que se estende pelo mundo afora, das peripécias da sociedade, da ignorância e insignificância de muitos, da beleza de algumas coisas que nasceram para serem belas e sublimes. O pensar como forma de reagir ao anacronismo rastejante lá fora, como forma de presenciar a sutileza das coisas expostas na carne viva do tempo que está sempre a algumas jardas a sua frente, sem o tempo somos nada com ele a mesma coisa o que muda é apenas a vontade de ir além, de pular algumas miseras horas ou simplesmente retardar o relógio a ponto de fustigar ainda mais o tédio.

Pairar sobre o tempo e perceber que existem movimentos diversos sob um mesmo espaço em que as coisas não são mais o que eram, transformam-se a cada segundo. A natureza como força maior na terra impõe respeito e cobra pelo vandalismo a ela cometido. Pairar não por alguns minutos, mas por horas e horas só assim percebemos de verdade o que é viver dividindo espaço com diversas raças, diversos pensamentos, diversos mistérios, diversas molduras, diversos conceitos equivocados do que é isso ou aquilo. O viver na multidão, na conturbação, no choque cultural, no ir e vir na busca pelo desejo de chegar a algum lugar. Pairando sobre os desvarios do tempo e caminhar sem receio pela corda bamba de alguns valores da sociedade que se faz presente. Só o tempo pode devorar meus desejos, por isso almejo está acima dele.

Últimos comentários (registre-se para comentar)

disse
Nenhum comentário cadastrado.

mostrar todasÚltima Resenha


Nenhuma resenha cadastrada.

escrito por
Sinopse

...

 Versão Mobile
ou  
Veja mais em