• Autor(es): Emília
  • Visualizações: 2125
  • Revisão 1
  • Publicado: 20/08/2014
  • Atualizado: 24/11/2017
  • Situação: Completo
  • Páginas: 160
  • Categoria: Literatura e Ficção
  • Licença: Copyright
  •   3 consideram favorito
  •   4 Já leram
  •   0 estão lendo
  •   0 estão relendo
  •   0 Pretendem ler
  •   3 possuem um
  •   0 desejam ganhar
 

O Diário de vó Lina

Compartilhar

Sinopse

Manhãs

Não roubem minhas manhãs
Quero-as livres; pássaros,
Quero minhas manhãs,
Só minhas.
Deitarei nelas, lençóis...
Brancos.
E salpicarei palavras.
Que dormirão sonhos,
Acordarão poesias
Quero ser abelha
Colher o mel
Dessas manhãs vadias.

Emília Goulart


"Afinal, os vermes não matam para comer, se alimentam daquilo que não serve para este mundo”
Quanto da obscuridade de uma pessoa completa a outra? Qual das suas identidades o investigador precisa encontrar nas necessidades secretas de um passado distante que veio à tona para revolver o presente?

Questionamentos, os mais diversos, poderão surgir no intercâmbio
de guerras íntimas com os fantasmas das gerações engavetados,
que é minuciosamente tecido no Diário de vó Lina, revirado
em conta-gotas por Denise, a narradora adolescente que persuade
o leitor a bailar no viés das suas angústias esvoaçadas sobre a
atmosfera das páginas preenchidas pelas mãos de uma fada madrinha,
induzindo-o a ser o seu par, para chorar com as fatalidades,
rir com a aristocracia de uma ema e se irritar com cada peça
descoberta que desconstrói a sua estrutura.

O Diário de vó Lina está ativado. Nele, Emília Goulart não promete;
ela simplesmente cumpre sem ponto final
Decifra-o, encontre nele o que sobra, mas que falta para que muitos
se interpretem, ou ele o devorará. Afinal, os vermes não matam
para comer.

Rita Lavoyer

Últimos comentários (registre-se para comentar)

disse
Nenhum comentário cadastrado.
3 no totalComentários anteriores  

mostrar todasÚltima Resenha


Nenhuma resenha cadastrada.

escrito por
Sinopse

...

 Versão Mobile
ou  
Veja mais em