• Autor(es): José Ribamar
  • Visualizações: 1063
  • Revisão 1
  • Publicado: 22/05/2015
  • Atualizado: 22/05/2015
  • Situação: Redigindo
  • Páginas: 93
  • Categoria: Crônicas
  • Licença:
  •   0 consideram favorito
  •   0 Já leram
  •   0 estão lendo
  •   0 estão relendo
  •   0 Pretendem ler
  •   0 possuem um
  •   0 desejam ganhar

Oca Cibernética - Crônicas Amazônicas

Compartilhar

Sinopse


O que um dos escritores mais premiados da história da Amazônia tem a dizer sobre a vida cultural na grande floresta neste início do século XXI? Por que o fato de ser também, talvez, o escritor Amazônico mais perseguido da história torna seu ângulo de análise particular? Por que o fato de ser um dos herdeiros da mais transgressora cultura popular indígena-cabocla tornou sua visão de mundo mais aguda e diferente? Por que mesmo sendo um escritor que escolheu como referência estética a literatura oral dos povos indígenas ainda assim atualiza a linguagem narrativa Amazônica colocando-a na Era Digital? Por que suas crônicas e postagens em portais, sites, blogs e redes sociais narram a Amazônia com a linguagem sintética, veloz e profunda da Era Digital, mas com a sintaxe da expressão Amazônica? O que há de inovador e particular em sua linguagem Amazônica e digital? Sendo um dramaturgo e um contista ligado à tradição mitológica da floresta Amazônica e à tradição modernista do Manifesto Antropofágico, por que suas análises sobre cultura e arte acendem o fogo da tradição milenar da cultura florestal na cultura urbana do século XXI? Por que este seu ângulo Amazônico e popular podem ser a chave para entender mais amplamente a cultura, a arte, a identidade cultural, a estética , a religião e a filosofia a partir do saber coletivo dos povos da floresta? Como que a sua presença na reflexão coletiva dos vários Fóruns Sociais Pan-Amazônicos e das várias Conferências Amazônicas de Cultura possibilitaram a este escritor o desenvolvimento de uma profunda e popular visão Amazônica da vida?...

Últimos comentários (registre-se para comentar)

disse
Nenhum comentário cadastrado.

mostrar todasÚltima Resenha


Nenhuma resenha cadastrada.

escrito por
Sinopse

...

 Versão Mobile
ou  
Veja mais em