• Autor(es): Celina Almeida
  • Visualizações: 242
  • Revisão 1
  • Publicado: 09/05/2018
  • Atualizado: 17/06/2018
  • Situação: Completo
  • Páginas: 214
  • Categoria: Poesias e Poemas
  • Licença:
  •   1 consideram favorito
  •   1 Já leram
  •   0 estão lendo
  •   1 estão relendo
  •   0 Pretendem ler
  •   1 possuem um
  •   0 desejam ganhar
 

Retalhosdaalmafinal

Compartilhar

Sinopse

A princípio, eram apenas algumas poucas páginas, espalhadas por aí. Depois, meu esposo trouxe para mim um pequeno bloco e pediu que eu reunisse ali meus poemas, escrevendo-os, um a um, para não se perderem. Com o acesso à internet pensei logo em colocá-los à disposição de mais pessoas, fazendo-os também virtuais; e comecei a digitá-los em um Blog a que denominei, carinhosamente, retalhosdaalma.blogspot.com. Mas como foi difí-cil criá-lo! Ainda não dominava bem o processo e fui pedir ajuda.

Enfim, após horas de labuta, conseguimos fazê-lo. Agora, o desafio seria encontrar tempo para digitá-los todos. Meu Deus, como foi difícil! E quando os poemas eram enormes, fi-cava até altas horas da madrugada frente ao computador, com a preocupação ainda, de me levantar muito cedo para adiantar o almoço e ir para a escola. Que sufoco!

Hoje, graças à iniciativa de um colega do CLUBE DE LETRAS de Sete Lagoas, isto se transforma em Livro Virtual. Como fazer para agradecer a tantas pessoas que cruzam o nosso caminho, disfarçadas de belos mensageiros, apenas para nos ajudar na caminhada?... Assim, “isto”, que era apenas um amontoado de poemas que eu, com toda a minha inexpe-riência, mas boa vontade, imprimi em quatro volumes e mandei encadernar para os quatro filhos, agora, segundo Wilker Azevedo, a quem muito agradeço, “vai correr mundo” e, quem sabe, fazer um grande bem a quem resolver acessá-lo.

E quando eu me chamar apenas “Saudade", poderão eles, os meus singelos poemas, ainda continuarem por aí, revelando a todos, o meu modo de pensar, de fazer e de ser. Porque Deus me permitiu...

Últimos comentários (registre-se para comentar)

disse
Nenhum comentário cadastrado.

mostrar todasÚltima Resenha


Nenhuma resenha cadastrada.

escrito por
Sinopse

...

 Versão Mobile
ou  
Veja mais em