• Autor(es): Clenilson Batista
  • Visualizações: 4745
  • Revisão 21
  • Publicado: 14/10/2010
  • Atualizado: 19/02/2018
  • Situação: Redigindo
  • Páginas: 53
  • Categoria: Meio Ambiente
  • Licença: Copyright
  •   3 consideram favorito
  •   0 Já leram
  •   1 estão lendo
  •   0 estão relendo
  •   3 Pretendem ler
  •   0 possuem um
  •   2 desejam ganhar

O Despertar Dos Mitos Lendários Amazônicos

Compartilhar

Sinopse

Os seres mitos lendários amazônicos são arquivos imemoriais. Fontes de conhecimentos e saberes nativos. Através deles entramos em contato com a linguagem ancestral lendológica florestana que nos dar acesso a outras realidades de "infinitas" possibilidades.
Com ela o ser pensante assumi sua essência aventureira inter-dimensional sem fronteiras, transita pelo remoto, pelo impensado, pelo ausente presente, pelo obscuro, pelo aparentemente insondável, voltar a respirar com a intransferível liberdade individual-coletiva, sai da paralisia congelante do racionalismo, do lógico, adentrando o plano do imaginar imensuravelmente. Ou seja, o ser volta a ser criante livre, sem as rédeas das doutrinas ideológicas formatadoras de dominadores e dominados. A linguagem lendológica revela-se o antigo e sempre novo modo de lidar com as ilusórias noções geradas pelo intelecto humano, desprendido das noções de espaço-tempo, das lógicas, das casualidades, das equivocadas psico-realidades, psico-significados, psico-valores etc. Proporciona uma volta ao estágio mais humano no que diz respeito a decifração do mundo. Nela, realidade e imaginação funde-se em uma coisa só, trazendo de volta os antigos e sempre novos paradigmas interativos sociais harmonizantes e os confraternos compromissos anti-conflitantes, administrativo da nossa eterna e sempre gloriosa comunidade cósmica nativa florestana”.

Últimos comentários (registre-se para comentar)

disse
Nenhum comentário cadastrado.
8 no totalComentários anteriores  

mostrar todasÚltima Resenha


Nenhuma resenha cadastrada.

escrito por
Sinopse

...

 Versão Mobile
ou  
Veja mais em