• Autor(es): Julio Cezar
  • Visualizações: 1931
  • Revisão 1
  • Publicado: 26/06/2011
  • Atualizado: 18/02/2014
  • Situação: Completo
  • Páginas: 69
  • Categoria: Contos
  • Licença:
  •   3 consideram favorito
  •   1 Já leram
  •   0 estão lendo
  •   0 estão relendo
  •   6 Pretendem ler
  •   0 possuem um
  •   2 desejam ganhar

Livro Negro Contos Macabros

Compartilhar

Sinopse

Em “Livro Negro” o autor trás sete fascinantes contos de terror, em nova e horrenda fase. Chega de finais óbvios, de construir personagens bonzinhos e destruir todo o mal... O bem nem sempre vence, e alguns destes contos podem bem provar com seus desfechos imprevisíveis...

No primeiro conto um homem perde a esposa e decide ir até o inferno buscá-la de volta, enfrentando o próprio Diabo e é tentado a trazer “O Livro Negro”...
“Tumulo Violado” desossa a impureza de um ladrão incomum, um saqueador que encontra em uma tumba velha o corpo morto á 76 anos. O mais insano é que o cadáver esta em perfeito estado de conservação, o invasor o leva e o mistura á sua vida decadente.
Já em “A Casa dos Medos”, quatro jovens se deparam com o inesperado, enfrentando o terror, a morte e a angustia, diante a perversa maldição da casa, que não quer deixar ninguém sobreviver a seu caos... “O Perdão” revela a injustiça da fé, onde o Diabo pergunta a Deus o que aconteceria se ele lhe pedisse perdão...
“Eu Sempre Vejo a Minha Morte” narra à loucura de um homem, acuado, morto e devorado por vermes, tentando descobrir o que arrancou sua vida suja.
“João e Maria” Reconstrói o universo dos pequenos perdidos, destrinchando entre aventura e horror a barbárie humana. O ultimo, “Os Mortos acordam”, retrata a angustia dos esquecidos, dos corpos velhos abandonados em seus sepulcros, mas estes não querem esperar o dia do juízo...

Últimos comentários (registre-se para comentar)

disse
Nenhum comentário cadastrado.
4 no totalComentários anteriores  

mostrar todasÚltima Resenha


Nenhuma resenha cadastrada.

escrito por
Sinopse

...

 Versão Mobile
ou  
Veja mais em